17 set, 2015

Resenha A Rainha Vermelha Victoria Aveyard

Imaginem uma leitura que irar tirar seu fôlego, uma leitura da qual você se sentirá parte, foi assim que me senti lendo “A Rainha Vermelha” uma aventura, com momentos eletrizantes onde a autora trabalhou tão bem que me senti dentro do livro.

Uma sociedades dividida pelo sangue, um jogo definido pelo poder!

Sinopse: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração

Mare é uma jovem de 18 anos e ela rouba das pessoas para sobreviver, ela vive em Palafitas em um lugar chamado Norta, um dia em suas andanças pelo local ela acaba encontrando uma rapaz que lhe oferece um emprego no palácio do rei.

O lugar onde Mare vive é dividido por pessoas vermelhas e os nobre prateados, teoricamente os prateados possuem poderes, algum tipo de força na maioria das vezes ligada a natureza, já os vermelhos não possuem e são considerados uma classe inferior, os trabalhadores no caso. Entretanto no dia em em a jovem começa seus trabalhos no palácio essa visão muda completamente.

Mare se envolve em problemas em seu primeiro dias como empregada, e no meio dessa confusão descobre possuir poderes mesmo sendo uma vermelha e isso acontece no meio de muitos prateados o que gera um alarde gigantesco. Para disfarçar toda a confusão o rei se pronuncia dizendo que Mare é filha de um nobre, mentindo para a população.

Um grande conflito se inicia na vida da jovem, e ela terá que lidar com manipulações, intrigas e terá que lutar pelo seu povo os vermelhos com toda sua força e poder.

“A Rainha Vermelha” é um livro eletrizante que te pega do inicio ao fim, uma leitura fluída e rápida repleta de acontecimentos, e que na minha opinião merecia adaptações para o cinema. Uma aventura em que a autora trabalha cenários e acontecimentos rápidos até, mais que tornam o livro único e cumpre muito bem seu propósito.

O livro é contado através da visão da protagonista e se torna cada vez mais empolgante a cada capítulo, cheio de situações que tiram nosso fôlego a obra é ótima para quem esta em busca de uma leitura rápida e chamativa.

Espero muito que tenham gostado, e em breve trago resenha da continuação dessa história, beijos!

Título Original: A Rainha Vermelha|Gênero: Fantasia|Páginas:422|
Editora: Seguinte|Minha Avaliação: 5/5

Tags: , , , , , , , , ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

8 Comentários

  • Lucy
    março 18, 2019

    Oi, Michelle! Já li a série toda de A Rainha Vermelha e gostei bastante! Porém, talvez você sinta alguma diferença no ritmo da leitura no decorrer da série, principalmente em relação ao livro 3. Mas vale a pena seguir até o final.
    Bjos
    Lucy – Por essas páginas

  • lilian farias
    março 13, 2019

    Eu li um número bem grande de resenhas dessa série, muitas mesmo, e acho intrigante e convidativo o contexto em que está inserida, está em minha meta de leitura faz tempo, vou aguardar as próximas resenhas

  • Lana Silva
    março 11, 2019

    Já tenho os três primeiros livros dessa série desde o seu lançamento, porém sem adio a leitura. A premissa da história me parece ser realmente eletrizante, e totalmente inovadora, de forma que prende o leitor do começo ao fim da leitura. Após ler sua resenha estou com vontade novamente de iniciar essa leitura, porém ainda não sei se será esse ano.

  • Ana Caroline Santos
    março 11, 2019

    Olá, tudo bem? Sou suspeita para falar da série A Rainha Vermelha, pois mesmo com ressalvas em alguns volumes, no geral gosto muito dela e o volume A Rainha Vermelha na minha opinião é o melhor. Que bom que gostou da leitura, também acho que merecia adaptação, porém acho que a mesma seria dificil. Mas quem sabe algum dia? Adorei a sua resenha e sua opinião!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

  • Debyh
    março 10, 2019

    Do lado ruim podemos citar que o início é um pouco lento, mas é normal já que estamos conhecendo um mundo novo e algumas pessoas podem ficar incomodadas com alguns comportamentos da protagonista. Os que julgam como egoísmo eu entendi como autopreservação, mas vai de cada um. Fora isso o livro se torna bem rápido, com acontecimentos importantes e sem enrolação.

    Debyh
    Eu Insisto

  • Beatriz
    março 10, 2019

    Adorei a sua resenha, eu ainda não li os livros dessa série, mas morro de vontade. Você me deixou ainda mais curiosa e espero não demorar muito para ler. Ah, quero ver sua opinião sobre os próximos.

  • Larissa Dutra
    março 08, 2019

    Olá, tudo bem? Eu tenho esse livro há algum tempo já e sou doida para lê-lo, pois vejo os leitores falando super bem. Tua resenha só me deixou ainda mais curiosa para ler a série. Adorei!

    Beijos,
    Duas Livreiras

  • Mari Barros
    março 07, 2019

    Olá! Tudo bem?

    Eu li esse livro em 2017 e foi bem decepcionante, sendo bem sincera haha Espera mais dessa obra e me senti lendo mais do mesmo, mas tenho como meta pessoal terminar a série para ver se essa minha opinião muda.

    Adorei sua resenha e fico feliz que você tenha gostado.
    Ótimas fotos!

    Beijos,
    Blog