Resenhas

Resenha As Perguntas Antônio Xerxeneski

28 janeiro, 2018 por
Gosto muito de ficção, boa parte das minhas leituras possuem esse gênero, só que no caso deste livro eu senti muito a realidade mesmo, a obra é nacional e cenários foram descritos de acordo com o local onde o autor vive então acredite que esse seja o motivo dessa relação próxima com a realidade.

Sinopse: Alina enxerga sombras e vultos desde criança. Doutoranda em história das religiões, especializada em tradições ocultistas e aferrada à racionalidade que tudo ilumina, ela se acostumou a considerar as aparições como simples vestígios de sonhos interrompidos. Certo dia, um telefonema da delegacia desarruma sua rotina de tédio programado. A polícia suspeita de que uma seita vem causando uma onda de surtos psicóticos em São Paulo. A única pista disponível é um símbolo geométrico desenhado por uma das vítimas. Intrigada e ansiosa para fugir da rotina, Alina decide investigar por conta própria um mistério que a fará questionar os limites entre razão e religião, cultura e crença. Em ‘As perguntas’, Antonio Xerxenesky costura o tédio da vida cotidiana com o desconforto do horror em um livro repleto de referências ao universo dos filmes, da música e do ocultismo.

Alina desde pequena tem sonhos muito reais aos quais vê sombras, mesmo depois de acordada elas permanecem ali no pé de sua cama, em muitas noites ela acordou seus pais com gritos devido a estes pesadelos e seus pais diziam a ela que a mente humana é capaz de pregar peças na gente, com o passar do tempo ela deixou de contar o que via já mais velha deixou isso de lado porém não era feliz com a vida que levava, formada em história e especializada em estudos religiosos Alina trabalhava como editora de vídeo em uma empresa na grande São Paulo e sua vida era uma monotonia de dar pena.
Quando recebeu um chamado para ir até a delegacia local ficou surpresa e muito curiosa pra saber do que se tratava, quando chegou no local a delegada sutilmente disse que precisava da ajuda de Alina pois ela foi indicada por um antigo professor, até então a jovem editora não sabia do que se tratava e nem em como poderia ajudar até que a delegada abriu o jogo e lhe mostrou um símbolo, mesmo não sabendo o significado daquele símbolo Alina de alguma forma soube que seu passado voltou a assombra-la e ficou intrigada em descobrir os significado de tudo aquilo.
“As Perguntas” foi uma leitura extremamente intensa, intrigante e cheia de suspense, o autor conseguiu me deixar realmente na dúvida sobre muitas das coisas relacionadas a religião, através do livro conhecemos um pouco da história de Alina, uma jovem cética que tem visões assustadoras, trabalha em um local em que não gosta e que derrepente vê sua rotina transformada com a possível formação de uma ceita onde crimes de ocultismos estão acontecendo. Adorei a criatividade e perspicácia na construção dessa história, o título do livro tem tudo a ver com as sensação imposta pela leitura quando a concluímos e isso me deixou fascinada.
O livro é curto mais seu conteúdo é muito mais amplo do que podemos imaginar, o autor escreveu de forma simples e trouxe referências muito fortes de filmes, culturas entres outras coisas em sua história, existe também a parte do terror psicológico colocada de forma bem leve e sutil, adorei a oportunidade de conhecer a escrita do autor.
Espero que tenham gostado, um grande beijo e até a próxima!
Ficção| 184 Páginas Editora Companhia das letras
|Compare & Compre: •Amazon| Classificação: 4/5| Skoob

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Catharina M.
    fevereiro 03, 2018

    Olá
    eu recebi o livro mas não surgiu uma grande vontade de ler, ainda assim gostei muito da sua resenha por me especificar melhor do que se trata, e é bom saber que é um enredo tão interessante, muito boa sua dica

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

  • Myself Here
    janeiro 31, 2018

    Oi, tudo bem?
    Primeiramente, esse livro parece ser algo realmente intenso, forte e instigante. Sua resenha me deixou super curiosa para saber mais dessa estória e a premissa pra mim foi algo super original.
    Beijos

    https://blog-myselfhere.blogspot.com/