Posts marcados na categoria Resenhas

10 jul, 2015

Resenha Passarinha Kathryn Erskine

As vezes as coisas acontecem e fogem ao nosso controle, perdemos o que amamos e sem mais nem menos somos obrigados a entender e compreender o incompreensível. Passarinha é uma leitura muito tocante que merece ser lida e absorvida aos poucos, espero muito que gostem da resenha.

Sinopse: No mundo de Caitlin, tudo é preto e branco. Qualquer coisa entre um e outro dá uma baita sensação de recreio no estômago e a obriga a fazer bicho de pelúcia. É isso que seu irmão, Devon, sempre tentou explicar às pessoas. Mas agora, depois do dia em que a vida desmoronou, seu pai, devastado, chora muito sem saber ao certo como lidar com isso. Ela quer ajudar o pai – a si mesma e todos a sua volta –, mas, sendo uma menina de dez anos de idade, autista, portadora da Síndrome de Asperger, ela não sabe como captar o sentido.Caitlin, que não gosta de olhar para a pessoa nem que invadam seu espaço pessoal, se volta, então, para os livros e dicionários, que considera fáceis por estarem repletos de fatos, preto no branco. Após ler a definição da palavra desfecho, tem certeza de que é exatamente disso que ela e seu pai precisam. E Caitlin está determinada a consegui-lo. Seguindo o conselho do irmão, ela decide trabalhar nisso, o que a leva a descobrir que nem tudo é realmente preto e branco, afinal, o mundo é cheio de cores, confuso mas belo.Um livro sobre compreender uns aos outros, repleto de empatia, com um desfecho comovente e encantador que levará o leitor às lágrimas e dará aos jovens um precioso vislumbre do mundo todo especial dessa menina extraordinária

Após um atentado, muito alunos e professores morreram na escola de Devon, infelizmente ele foi uma das vítimas do atirador que invadiu o local e tirou a vida de várias pessoas naquele dia. Devon era o irmão mais velho de Caitlin nossa jovem protagonista. Ele era seu melhor amigo o único que a compreendia e agora sem ele o mundo ficaria triste e difícil.

Nesse momento passamos a companhar a trajetória de Caitlin um menina inteligente, perspicaz e que possuem uma síndrome, ela tem Asperger (A síndrome de Asperger é um estado do espectro autista, geralmente com maior adaptação funcional. Pessoas com essa condição podem ser desajeitadas em interações sociais e ter interesse em saber tudo sobre tópicos específicos. Um treinamento comunicacional e terapia comportamental podem ajudar pessoas com a síndrome a aprender a conviver melhor.)

O livro é narrado pela perspectiva de Caitlin é através de seus olhos que conhecemos sua vida, suas dores e dificuldades, através de sua síndrome que passamos a entender melhor como  o mundo funciona para ela e quais as suas peculiaridades com o que foge do comum e infelizmente acaba se tornando alvo de preconceito e bullying.

Aos 10 anos Caitlin irá ajuda seu pai a lidar com a morte do irmão da forma mais bonita possível, e o leitor irá acompanhar esses momentos tão delicados vividos por essa família que foi despedaçada e depois reconstruída pelo amor.
Passarinha é acima de qualquer outra coisa uma leitura extremamente sensível e delicada que nos mostra o lado de uma criança com visão de mundo e sentido totalmente diferente do nosso, a obra traz aspectos muito inteligentes para a história de Caitlin e através do livro é possível aprender algumas coisas importantes nos dias de hoje como a empatia, o ato de se colocar no lugar do outro o que nos últimos tempos tem sido tão difícil.
Espero muito que tenham gostado da resenha, um grande beijo e até a próxima.
224 Páginas || Cortesia Editora Valentina || Skoob || Compare & Compre 
|| Classificação: 5/5
08 jul, 2015

Resenha O Lado Bom Da Vida Matthew Quick

Quando passamos por muitos problemas e perdemos pessoas que amamos, as coisas em nossa mente podem se tornar confusas e difíceis, “O Lado Bom Da Vida” é o tipo de leitura que nos ensina como lidar com essas situações.

Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele ‘lugar ruim’, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um ‘tempo separados’. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.

Pat nosso protagonista é professor e estava internado em uma clínica psiquiátrica, sua memória esta muito confusa e ele não se lembra direito os motivos que o levaram para lá, o que ele recorda é de uma briga com sua esposa e um pedido para ele se afastar um pouco dela. Pat tem alta do hospital onde estava e procura seus pais pois não tem lugar para morar no momento. Esse período que ele está longe de Nikki se chama “tempo separados” ele o nomeou assim porque acredita profundamente que irá voltar para sua mulher, ele está determinado a mostrar que merece uma nova chance.

Para alcançar seu objetivo Pat começa a fazer coisas das quais não fazia antes quando casado, ele se exercita, lê muito e tenta ser gentil mesmo quando é difícil. Ele está confuso não consegue se lembrar dos fatos que o levaram até ali e seus amigos e família não conversam com ele sobre o passado.

No meio do caminho a essa reconquista ele conhece Tiffany e cria uma laço de carinho e compreensão que só o amor é capaz de explicar, como Pat se tornou viciado em atividades físicas os dois correm juntos de manhã cedo, no inicio ele nega a presença da mulher que também passou por problemas difíceis depois que seu marido morreu e vive a base de calmante, porém com a convivência com seu mais novo amigo a viúva descobre que existe um outro lado da vida.

O livro é extremamente envolvente, os personagens possuem uma mente peculiar diferente do que estamos habituados e isso torna a escrita e história diferenciada, adorei a forma como a obra foi narrada instigando o leitor o tempo todo.

Com uma adaptação para os cinemas a leitura nos mostra um romance incrivelmente motivacional e inusitado, duas almas perdidas em suas dores que se encontram na dança com um único objetivo recomeçar, a sensação de liberdade ao ler esta obra é sensacional.

Uma escrita fluída com pitadas de drama tornam o livro muito especial em vários momentos, gostei muito da história de Matthew. Espero que tenham gostado da resenha!

Um grande beijo e até a próxima!

Título Original: O Lado Bom Da Vida|Gênero: Ficção|Drama|Páginas:256|
Editora: Intrínseca|Minha Avaliação: 4/5
04 jul, 2015

Resenha As Aventuras De PI Yann Martel

Uma história que acima de tudo irá tratar da fé, perseverança e esperança, foi estes os ensinamentos que Yann Martel me proporcionou com sua escrita, um livro emocionante e cativante cheio de aventuras, uma aventura que nos prende do incio ao fim.

Sinopse: Um dos romances mais importantes do século, As aventuras de Pi é uma narrativa singular de Yann Martel que se tornou um grande best-seller. O livro narra a trajetória do jovem Pi Patel, um garoto cuja vida é revirada quando seu pai, dono de um zoológico na Índia, decide embarcar em um navio rumo ao Canadá. Durante a viagem, um trágico naufrágio deixa o menino à deriva em um bote, na companhia insólita de um tigre-de-bengala, um orangotango, uma zebra e uma hiena. A luta de Pi pela sobrevivência ao lado de animais perigosos e sobre um imenso oceano é de uma força poucas vezes vista na literatura mundial.

Piscine Molitor Patel nosso protagonista é um garoto diferente dos outros, ainda criança decidiu conhecer várias religiões e crenças e seguir cada uma delas da sua melhor maneira, não se importando com a rivalidade existente entre as mesmas, ele tinha contato com diferentes tipos de animais e vivia em um zoológico que era de seu pai na índia, este contato o possibilitou enxergar de maneira diferente estes bichos.Quando soube que os negócios de seu pai não iam bem, e que teriam que se mudar o menino se sentiu triste, cresceu ali conhecia tudo e estava se descobrindo como ser humano, porém as coisas tomaram outro rumo em sua vida, e eles partiram em um navio junto dos animais mais requisitados do zoológico.

Pi estava em sua cabine no navio quando resolver ir até a proa e logo em seguida em questão de segundos escutou um forte estrondo, percebeu que o navio estava afundando, imediatamente tentou descer até as cabines para alertar seu pai, sua mãe e irmão, porém era tarde estava tudo inundado pela água, e o jovem indiano de várias crenças se viu perdido em meio aquela tragédia, ele ficou em um bote a deriva no mar tentando entender o que tinha acontecido e como sobreviveria , mais Pi não estava sozinho e aos poucos descobriu que tinha companhia em seu pequeno bote, essas mesmas companhias lhe renderiam grandes surpresas.

Depois de alguns dias a deriva o garoto descobriu que no bote além de uma hiena, uma zebra e um chimpanzé, estava presente nada mais nada menos que Richard Parker, um majestoso tigre de bengala que o acompanhou por todos os dias até fim dessa linda história de fé, amor e o espirito de Deus. Muitos capítulos desse livro soam ficticiosos, porém a essência está em seus personagens e acontecimentos o que deixa o leitor intrigado, as atitudes tomadas pelo jovem Pi são as mais audaciosas possíveis, existe uma segunda visão para muitas das coisas citadas nesta obra porém quem decidi no que acreditar é você.

O livro propõem uma aventura pela sobrevivência, ele relata o poder da amizade que nasce entre uma fera e um jovem indiano, ambos a deriva sem água, sem comida e mesmo diante de tantas dificuldades extraíram o melhor da situação. O autor nos proporcionou uma jornada incrível com relatos detalhados, cenários magníficos foram criados para o livro o que tornou cada vez mais especial.

A leitura nos leva para um outro ambiente, nos sentimos parte da experiência vivida por Pi e por Richard Park, ao leitor é exposto uma visão muito espiritual, mostrando que todos nós estamos conectados por uma unica força, o amor de Deus, foi um grande prazer ler esta obra e espero muito que tenham gostado da resenha.

Título original: Life Of Pi| Editora: Nova Fronteira 2012|Páginas:371|Nota:5/5|Gênero:Aventura/Romance canadense

 

 
01 jul, 2015

Resenha Eleanor & Park Rainbow Rowell

Sempre gostei de leituras que me proporcionasse algum tipo de ensinamento, e que junto a isso eu pudesse transmitir o que aprendi as pessoas que gosto e me relaciono, esse foi o ponto crucial da leitura de Eleanor & Park, aprendi muito, e quero passar isso a vocês. Espero que gostem da resenha.

Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, Geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

Eleanor & Park é livro que retrata a história de dois adolescentes, eles se conhece no período escolar trata-se de um romance, porém tem muito drama na história desses jovens, contada de uma forma mais leve e tranquila a autora narra as dificuldades enfrentadas durante o relacionamento de ambos uma leitura cheia de lições, que aborda o preconceito e o bullyng praticado nas escolas. A leitura também relata a importância da família na vida de jovens como os personagens criados por Rainbow.

Eleanor vive uma realidade completamente diferente de Park, onde enfrenta dificuldade financeira, e um padrasto que não gosta dela, vivendo em casa com seus quatro irmãos e a mãe ela detalha coisas simples do nosso cotidiano que lhe fazem muita falta, e também o preconceito enfrentado na escola onde estuda. Por ser diferente da maioria das garotas Eleanor passa por muitas provações enquanto nova e isso mexe muito com leitor. Uma mãe submissa, um padrasto agressivo, as dificuldades com os irmãos  mais novos e a triste realidade financeira de sua família a obriga amadurecer mais rápido do que deveria.
“Não existem príncipes encantados, pensou ela. Não existem finais felizes. Ela olhou para Park. Dentro dos olhos verdes dele. Você salvou minha vida, ela tentou dizer. Não para sempre, não definitivamente. Provavelmente, só por certo tempo. Mas salvou minha vida, e agora eu sou sua. O que sou agora é seu. Para sempre”
 
A jovem conhece Park que também é diferente, porém mantem se distante de confusão e no inicio não acha uma boa ideia ser visto com ela, mais o destino tem uma pequena surpresa para eles, que começam a se apaixonar um pelo o outro.
Quando o padrasto da jovem descobre seu relacionamento com Park, ela decide que é hora de fugir, essa decisão implica na separação do jovem casal, o sofrimento entre eles é muito nítido  para leitor, um dos momentos mais emocionantes da leitura.
A autora abordou diversas questões sociais muito importantes o que tornou sua obra cada vez mais especial e importante, o livro é intercalado entre as narrativas dos personagens e da autora, gostei muito da maneira escolhida por Rowell para narrar sua história. É muito difícil não se sentir tocada pela leitura, me emocionei em muitos momentos.
Através de sua escrita a autora entregou sua proposta de forma magnifica, muito condizente com a realidade e ligada diretamente a ela seus personagens são mais que exemplos, são modelos a serem seguidos por muitos jovens. O livro tem um pouco de tudo amor juvenil, lições, paixão e muito mais, simplesmente adorei.
Espero muito que tenham gostado!
Título Original: Eleanor & Park|Gênero: Ficção, Drama|Páginas:328|
Editora: Novo Século|Minha Avaliação: 5/5