Posts arquivados em Tag: Jenny Han

02 mar, 2019

[Resenha] O Verão Que Mudou Minha Vida-Jenny Han @intrínseca

O verão nunca foi minha estação preferida, até o momento minha visão sobre ele era de desconforto, mais Jenny Han com toda sua experiência e criatividade despertou um sentimento adormecido em mim há muito tempo. Fique menos frustada com o calor e senti aquele sensação de aconchego novamente lendo a obra “O verão que mudou minha vida”. o livro pode ser inicialmente descrito como reconfortante e alegre o que já nos desperta para uma história linda!

Sinopse: A vida de Isabel Conklin é marcada pelas férias de verão. As outras estações do ano são como um intervalo, dias que passam lentamente enquanto ela espera que o sol lhe traga de volta o que mais ama: o mar, descanso, diversão e, principalmente, Conrad e Jeremiah Fisher. Os garotos da família Fisher sempre estiveram ao lado de Belly em suas aventuras. Conrad é ousado, sombrio, inteligente. Já Jeremiah, é confiável, engraçado, espontâneo. Mesmo sendo tão diferentes, os três constroem uma amizade que parece inabalável. Apenas parece… Tudo muda quando, em uma dessas férias, Conrad demonstra sentir algo por ela. O problema é que Jeremiah faz o mesmo. À medida que os anos passam, Belly sabe que precisará escolher entre os dois e encarar o inevitável: ela vai partir o coração de um deles. Na trilogia Verão, acompanhamos Belly dos 15 aos 24 anos. Em meio a descobertas e mudanças, ela se apaixona, se envolve em um triângulo amoroso, entra na universidade e descobre que amadurecer também significa tomar decisões difíceis. Primeiros romances jovens de Jenny Han, os três livros são agora relançados pela Intrínseca, com novas capas e traduções inéditas. Skoob

“Belly” é uma jovem sonhadora com algumas paixões, na verdade são quatro ao todo, o verão, a casa de praia e o que vinha com ela, Jeremiah e Conrad, amigos desde pequenos, ela contava os dias e as horas quando verão se aproximava porque sabia para onde iriam e quem iria encontrar, quando já estavam na estrada e sua mãe dormindo no banco traseiro do carro enquanto Steve dirigia, Belly já imaginava como seria este verão e que muitas coisas tinham mudado inclusive ela tinha mudado e muito.

Elas eram tão familiares para mim quanto as que ouvia em casa, por isso sentia como se ja tivesse chegado ao nosso destino.

“Steven” era o irmão mais velho de Belly e vivia implicando com a jovem, neste inicio de verão não foi diferente mais com o passar dos dias na casa de praia as coisas ficaram estranhas e isso deixou Steven confuso, ele sempre foi muito amigo dos meninos Jeremiah e Conrad, neste ano em particular ele iria embora mais cedo, para visitar universidades com seu pai, como disse muitas coisas mudaram.

A casa de praia não era chique, era normal, habitável e confortável- com sofás de estofados velhos e desbotados e uma poltrona reclinável- eu e os meninos sempre brigávamos para ver quem ia se sentar nela.

“Jeremiah e Conrad” são unidos até certo ponto como irmãos e a vida dos dois esta uma verdadeira bagunça, eles tinham crescido assim como Steven e Belly, amadureceram mais algumas coisas na fase adulta machucavam demais, e os dois estavam passando por coisas deste tipo, Jeremiah sempre foi o mais divertido e alegre sempre fazendo piada de tudo e Steven ia na onda do amigo, o alvo sempre foi Belly desde pequena ela sofria com as brincadeiras dos dois. Conrad era mais reservado mais inteligente e esperto, porém não deixava de participar das algazarras de verão com seus amigos e se isso incluía zombar da irmã mais nova de Steven então que seja.

“Belly” sempre foi mais próxima de Jeremiah, eles tinham uma conexão diferente dos outros, eram amigos de verdade e não tinham segredos, a mãe dos meninos a adorava, Susannah era a melhor amiga da mãe de Belly e sempre se encontravam no verão para unir as “crianças” e se unirem na estação mais intensa do ano. Susannah nutria um amor de mãe por Belly dizia que a jovem era sua filha postiça e torcia para que ela ficasse com um de seus filhos, no fundo sabia que a doce menina gostava de Conrad desde sempre.

Este ano na casa de praia as coisas estavam diferentes, no inicio Belly não notou nada estranho, mais com o passar dos dias foi percebendo o quanto tinham mudado, todos eles, Steven menos que os outros ele ainda era o irmão chato e implicante, um pouco mais velho mais ainda era o Steven, Jeremiah ainda era divertido e alegre mais de forma diferente, já Conrad estava completamente sombrio e distante e quando as coisas ficaram complicadas ele só piorou tudo. O que Belly não sabia era o motivo de toda aquela mudança e isso a entristeceu e muito.Eu continuava sentindo exatamente a mesma coisa.

“Era como se eu estivesse no topo de uma montanha-russa, prestes a despencar”

Bells era uma menina meiga, delicada que passou a vida tentando se encaixar no grupo da casa de praia, sempre deixada de escanteio pelos meninos, ela ficavam chateada com a indiferença deles em muitos aspectos, mais como tudo na vida passa neste verão ela estava mais madura, mais bonita, com o corpo diferente, já tinha quase 16 anos e isso fez com que eles a vissem de outro jeito, demorou mais Belly conquistou a atenção do garotos e isso mudou sua vida.

” O que eu detestava era a sensação de ser diferente, de não pertencer ao grupo, eu detestava destoar dos outros , só queria ser como eles.”

Já li outra obra da autora emque ela trabalha uma outra estação, uma das minhas favoritas, o inverno, e maisuma vez me senti dentro dos cenários criados por ela, nesta obra pudecontemplar uma visão clara da praia , do mar, do sol e da alegria que envolviatodos na história.

O livro nos leva a um ambiente familiar, de amizade, amor e respeito, uma leitura inspiradora e motivacional até em alguns momentos, a escrita de Jenny é incrivelmente conquistadora, devorei cada capítulo ansiando por mais a  todo momento. O romance criado pela autora entre os personagens só tornava a história cada vez mais instigante.

Adorei a forma como a obra foi trabalhada, dividida em momentos atuais na casa de praia e lembranças da personagem principal de outros verões, dando uma visão clara dos acontecimentos das vidas de todos envolvidos, o drama vivido por eles me emocionou, especialmente tratando-se de algo tão delicado, me identifiquei com os jovens, com os sentimentos que a situação gerou neles, recentemente vivi algo similar e me senti exatamente como os personagens de Jenny Han.Fiquei deitada na cama, pensando que os romances de verão realmente começam e acabam rápido demais.

O livro se tornou um favorito para este ano, a edição que a editora publicou está linda, a capa possui um pequeno relevo na fonte que me lembra areia de praia, com cores vibrantes e ilustrações que remetem ao mar, uma edição linda com fonte e diagramação perfeitas.Uma das coisas que mais aprecio na escrita da autora é a forma misteriosa e de suspense que ela cria para os cenários de romance, sempre fazendo com que o leitor fique cada vez mais curioso sobre o relacionamento de Belly com seu atual namorado de verão, ou o que iria acontecer com Conrad?

Esse mistério me deixou maluca durante a leitura não vejo a hora de ler as demais obras e ver qual foi o destino deles.

Jenny Han nasceu na Virgínia, Estados Unidos, e cursou mestrado em escrita criativa pela New School. Sabe fazer um brownie perfeito, é ótima em inventar apelidos e tem paixão por livros de receitas. Sua série de TV preferida é Buffy – a caça-vampiros. Mora no Brooklyn, em Nova York.

Espero muito que tenham gostado da resenha, em breve volto aqui no blog e conto a vocês o que achei dos outros livros que compõem a trilogia, um grande beijo e até a próxima!

Original: The Summer I Turned Pretty  |Páginas: 233 | Gênero: Romance| Editora: Intrínseca |Ano: 2009/2019 |Minha Avaliação 5/5

07 maio, 2018

[Resenha] Para Todos Os Garotos Que Já Amei – Jenny Han

Sempre tive um sensação muito boa sobre este livro, a autora já é muito conhecida e eu estava cada vez mais curiosa para conhecer seu trabalho, foi então que entendi o motivo de gostarem tanto da escrita de Jenny Han, Para todos os garotos que já amei me conquistou de uma forma cativante e me empolguei demais com as possibilidades da história, espero muito que gostem!

Sinopse:  Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Lara Jean é a filha do meio e possui uma relação de amizade e parceria com suas irmãs, Margot é a mais velha é a que cuida da família de uma forma especial e com a responsabilidade que assumiu quando a mãe morreu, sempre muito correta e com muita coragem Margot enfrentou todos os desafios para ajudar seu pai a criar suas irmãs e para manter a organização da casa. Kitty é a irmã mais nova, porém as vezes parece ser a mais sábia das três em muitas questões, muito determinada Kitty possui uma característica muito forte quando se trata de conseguir o que quer.

“Para que uma coisa dê errado de um jeito tão colossal e horrível, tudo precisa acontecer na ordem certa e no momento certo, ou, nesse caso, no momento errado.”

As meninas tiveram que amadurecer de forma muito rápida desde da morte da mãe, para ajudar o pai que é médico e possui uma rotina muito corrida elas se organizam e seguem a liderança de Margot, entretanto ela está indo para faculdade o que significa que Lara a jovem tímida e recatada terá que assumir algumas responsabilidades que sua irmã irá deixar para trás.

“Quando uma pessoa fica longe muito tempo, você começa a guardar na memória todas as cosias que quer contar. Tenta manter tudo organizado na cabeça. Mas é como tentar segurar um punhado de areia: os grãos mais finos escapam da mão, e, de repente, você só está segurando ar e brita. É por isso que não se pode tentar guardar tudo assim.”

Nossa protagonista é uma jovem sonhadora e escritora também possui um hábito peculiar, escreve cartas para garotos que já amou e as guarda em um lugar muito especial, uma romântica como muitas de sua idade Lara é delicada e muito amiga junto de suas irmãs elas forma um trio perfeito apelidado carinhosamente de as irmãs Song.
Quando as cartas secretas de Lara começam a ser enviadas misteriosamente sua vida vira de ponta cabeça, sua irmã mais velha já esta longe, estudando em outro país, sua amiga mais próxima é meio problemática o que obriga Jean a enfrentar todas as consequências a seguir sozinha. Uma delas é fingir um namoro com um doa caras mais conhecidos da escola.
A leitura é entre tantas outras coisas encantadora, um livro cativante que me remeteu a minha própria adolescência e as enrascadas em que eu me metia com facilidade assim como Lara Jean, as personagens criadas neste livro são muito familiares para mim, sou a irmã do meio, minha irmã mais nova tem muitas das características de Kitty e minha irmã mais velha é uma Margot por completa, o que mais me conquistou foi essa semelhança, parecia que estava embarcando em minha própria jornada foi fascinante.

– Você só gosta de caras com quem não tem chances, porque tem medo. Do que você tem tanto medo?– Não tenho medo de nada. -Até parece. Você prefere criar uma versão idealizada de alguém na sua mente a ficar com a pessoa.”

Jenny Han ganhou mais uma fã, como era de se esperar gostei muito do livro e da escrita da autora que foi feita de uma forma leve, criativa e com personalidade, principalmente ao criar personagens e acontecimentos tão autênticos e relacionados com a vida real, afinal muitas meninas já escreveram cartas para seus namoradinhos da escola, isso é coisa típica da minha época, onde não existia celular ou computador com tanta facilidade como hoje, uma coisa romântica de se fazer nessa idade vivida por tantas jovens. Foi uma experiência maravilhosa conhecer este primeiro livro, e estou muito curiosa pelo próximo qual será o destino que a autora preparou para Lara e Peter? Estou torcendo pelo envolvimento definitivo desses dois com toda certeza.
Espero muito que vocês tenham gostado, um grande beijo e até a próxima.

Romance| 320 Páginas Editora Intríseca|Compare & Compre: SubmarinoSaraivaAmazon| Classificação: 5/5| Skoob