Destaques

Newsletter Novidades Do Blog

7 de março de 2018

Série Carbono Alterado Netflix

Hoje é dia de falar de série, e escolhi Carbono Alterado foi a última que assistir pelo Netflix, baseada na obra do escritor Richard k Morgan uma ficção cientifica que conquistou muitos e decepcionou também muitos leitores foi uma grande surpresa em sua adaptação, eu confesso a vocês que não tive a oportunidade de ler o livro entretanto sobre a série eu gostei bastante, pelas críticas recebidas o livro tem uma proporção sexista aflorada e isso deixou os leitores desanimados, bom vamos conhecer um pouco sobre essa ficção que não é bem minha praia mais que aprovei em muitos aspectos.


Prévia: A história acena a uma potente leitura política e social dos tempos atuais – afinal, toda ficção científica usa o futuro para debater a contemporaneidade. No entanto, Altered Carbon não explora a fundo nenhuma dessas vertentes, pois sua preocupação é mais psicológica do que social. Através de uma dúzia de personagens traumatizados, depressivos ou vingativos, ele busca mostrar de que modo os percalços do presente (amores partidos, famílias desintegradas, amizades desfeitas) marcam uma pessoa a ponto de transformá-la. Todas as figuras da série dividem a alcunha de vítimas e vilões. Eles buscam redenção, mas também alguma forma de conexão com outros, seja em versão clonada, androide, virtual, simulada. Pelo visto, o futuro é triste e solitário.


Conhecemos então a história de Takeshi um ex-emissário que esteve submerso por 250 anos até que foi acordado e comprado por um Matusa ( nome dado a pessoas altamente influentes e ricas de poder inalcançável). Bancroft queria os serviços de Kovacs para descobrir quem o matou, ele tinha certeza que foi assassinado e faria de tudo para pegar seu assassino.


Sei que ficou confuso ali em cima quando um personagem contrata alguém para descobrir quem o matou, para quem não faz ideia de como se passa Carbono Alterado vou explicar resumidamente, eles vivem em um tempo em que podem trocar de corpos ou até mesmo se clonar colocando todas as memórias de vida em um negocinho chamado cartucho, ou seja a pessoa que tiver condições financeiras pode se "reencapar" sempre que achar necessário e incluir o cartucho com suas memórias é claro que nem todos tem dinheiro e poder suficiente para tal ato.


E também devemos lembrar que se o cartucho original for destruído a pessoa morre para sempre, sem chance de voltar, é um modo sombrio de se viver e os Matusa são os mais fortes entre todos os seres que vivem nesse período, existe ainda pessoas que são condenadas e ficam submersas em tanques como nosso protagonista.


Após contratar Takeshi para o trabalho de investigação Bancroft oferece liberdade a ele caso consiga descobrir quem era o assassino, é preciso mencionar que nosso ex-emissário possui uma passado muito pesado de culpa e angustia e voltou ao mundo dos vivos em outra capa, ou seja em outro corpo. De forma muito conveniente ele foi reencapado no corpo de um policial, é assim que conhecemos na história uma investigadora chamada Ortega ela se infiltra no transporte de Kovacs até a mansão de Bancroft pois precisa ver de perto quem esta no corpo do ex parceiro e noivo, Ortega conhece Takeshi e de uma maneira intensa acaba se envolvendo com ele.


A série é entre tantas outras coisas chamativa, ela prende sua atenção para um futuro onde pessoas podem usar novos corpos e evitar a morte, também mostra o lado de pessoas que lutam contra esse tipo de coisa, com muita ação, e uma boa dose de humor os acontecimentos te prende e vão ganhando espaço no decorrer dos capítulos, a oportunidade que temos de conhecer cada personagem de forma especifica nos leva a identificar suas histórias de vida e nos liga de forma direta com a trama, é claro que a série possui falhas e coisas negativas.


É muito nítido a ofensa a religião, onde é dado ao homem o poder de vida eterna, assim como foi mencionado no livro a discriminação de gênero, na série modificaram essa questão mais aos meus olhos ainda assim continuam sendo uma forma distinta de preconceito, entre tantas outras coisas que poderia citar. Porém temos que ver a adaptação por angulos diferentes foi uma produção muito bem feita e apresentada onde a ideia é mostrar um possível futuro ao mundo de forma diferenciada me chamou muito a atenção as possibilidades que a série criou, enfim de forma geral é uma boa produção e recomendo pra quem gosta do gênero.

Espero que tenham gostado, um grande beijo e até a próxima!

Comentários via Facebook

0 comentários ❤. Comente Também!:

Postar um comentário

Olá é muito importante sua opinião por aqui, fico muito feliz em interagir com vocês.

Publicidade

iunique studio criativo

@motivacaoliteraria

© MOTÍVAÇÃO LITERÁRIA – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in