[Filme] Um Fim De Semana Diferente

5 de abril de 2020Michelle


Hoje resolvi compartilhar com vocês uma dica de filme, “Um Fim De Semana Diferente” traz em sua produção reflexões muito sensíveis sobre o relacionamento de pai e filho, o filme aborda questões que podem afetar a criação de uma criança, como o divórcio, o alcoolismo, religião entre outros temas muito importantes e marcantes.

Sinopse: Anthony, de oito anos, não se sente confortável em passar um fim de semana com seu pai, Walt, um carpinteiro sem sorte que entregou-se à bebida. Nos dois dias que passam juntos, eles têm a oportunidade de se conectarem novamente.

Anthony tem a oportunidade de passar um tempo com seu pai, ele está bem desconfortável com tudo isso, porém durante o final de semana ele percebe coisas muito importantes sobre a vida, e quem o ajuda a enxergar essas coisas é o seu pai, um homem sozinho que dedica sua vida a criar através da madeira, ele trabalha por amor mais se tornou alcoólatra desde do divórcio com a mãe de Anthony.

 

Walt irá fazer de tudo para se livrar do vício e ter uma segunda chance com seu filho, esse tempo que irão passar juntos será muito importante para a relação do dois e nós temos a chance de acompanhar essa bonita transição.

O filme tem muito significado, um pai lutando contra o alcoolismo para estar perto de seu filho, Anthony é muito jovem e não percebe mais ele ajuda o seu pai em diversas questões ao longo das horas do final de semana juntos e o amor supera grandes barreiras entre esses dois.

Adorei a história contada na produção e a forma simples de interpretação dos personagens tornou o filme mais leve do que realmente é, recomendo a todos que buscam algo mais suave e tranquilo para esses dias de quarentena!

Espero que tenham gostado!

Xoxo.

Comments (16)

  • Vanessa

    6 de abril de 2020 at 11:17

    Olá! Gosto de filmes leves e cheio de conteúdo, gostei da premissa do filme e achei válido assistir. Vou anotar a dica.
    Beijocas.

    http://www.parafraseandocomvanessa.com.br

  • PS Amo Leitura

    7 de abril de 2020 at 09:25

    Eu ainda não conhecia esse filme, mas só de saber que existe muitas reflexões e principalmente que aborda o relacionamento entre pai e filho, já me chama atenção. Será que esse filme está disponível na Netflix ou outra plataforma de streaming? Vou procurar aqui para adicionar na lista 😀

    Beijos.

  • Lilian de Souza Farias

    7 de abril de 2020 at 11:48

    Não conhecia o filme e adorei suas considerações, vu procurar para assistir

  • Larissa Dutra

    7 de abril de 2020 at 15:20

    Olá, tudo bem? Não conhecia esse filme ainda, mas achei bem interessante a proposta, principalmente por ser uma história leve e que traz bastantes reflexões. Adorei a dica, com certeza vou assistir!

    Beijos,
    Duas Livreiras

  • Lívia Neves

    7 de abril de 2020 at 22:36

    Gostei da temática do filme, por se tratar de um drama familiar que traz reflexões importantes. Vou procurar este filme para ajudar a passar o tempo durante a quarentena.

  • Bianca Ribeiro

    8 de abril de 2020 at 09:52

    Esses filmes que abordam relação familiar sempre me fazem chorar de uma forma muito surreal, eu sempre fico muito mexida com essas histórias.
    Esse filme parece ser memso o tipo que faz a gente pensar, deve ser a coisa mais linda ver esse reencontro de almas, já coloquei aqui na minha lista pra assistis e só pelo trailer eu sei que vou morrer de chorar kkk

  • Ytalo Silva

    8 de abril de 2020 at 17:00

    Amei demais a dica. É um filme maduro e meus pais gostam de filmes assim, especialmente minha mãe. Anotei a dica para assistirmos nesse fim de semana em família, obrigado!

  • Kênia Cândido

    9 de abril de 2020 at 12:35

    Oi Michelle.

    Eu não conhecia este filme e pela sua crítica ele parece ser leve com uma mensagem muito bonita. Vou anotar a dica para assistir neste período que estamos ficando em casa. Obrigada pela dica.

    Bjos

  • Aline Maria

    11 de abril de 2020 at 20:05

    Muito interessante essa sua dica de filme. Só fiquei curiosa para ver como esse tema pode ser retratado com leveza. Tive caso de alcoolismo na família e sei que não é fácil. Mas enfim valeu pela sugestão.

  • Ana Caroline Santos

    11 de abril de 2020 at 21:27

    Olá, tudo bem? Que interessante o filme, por passar várias lições bem bacanas. Admito que não conhecia, porém agora quero me aventurar em mais títulos, e com certeza esse é uma dica anotada! Ainda nessa quarentena que a ansiedade pode tomar conta.
    Beijos

  • CRIS

    13 de abril de 2020 at 06:58

    Oi!
    Adorei o trailer do filme, pela sua resenha deu para perceber que o filme é emocionante e passa lições significativas vistas dos dois ângulos, tanto do pai como do filho. Parece ser uma boa pedida nessa época que estamos vivendo, para deixar as coisas mais leves e esquecer um pouco dos problemas que nos cerca. Parabéns pela resenha, dica anotada assim que possível irei assistir, bjs!

  • Mara Santos

    15 de abril de 2020 at 17:39

    Não conhecia o livro é já nas suas primeiras palavras achei ele extremamente sensível e já quero assistir ele. Amei a dica!!!!

  • Beatriz Andrade

    22 de abril de 2020 at 21:25

    Adorei a dica de filme, eu não conhecia e gostei do tema que ele aborda, é uma questão complicada para muita gente que cresceu com o pai ausente. Vou colocar na lista para ver quando tiver um tempinho

  • Debyh

    27 de abril de 2020 at 12:14

    Olá,
    Eu gosto deste tipo de filme mais despretensioso mas que mesmo assim trata de um assunto delicado e importante para a formação de uma criança. Não sou uma pessoa que vê tantos filmes, na verdade tenho muita preguiça hahaha, mas gostei da sua indicação.

  • Lucy

    11 de maio de 2020 at 19:54

    Olá! Já assisti esse filme e o achei muito emocionante! Que bom que vc gostou e resolveu indicá-lo aqui!
    bjos
    Lucy – Por essas páginas

  • Renata Cezimbra (Lady Trotsky)

    15 de maio de 2020 at 02:17

    Oi Michelle, tudo bem?
    Eu não conhecia esse filme e a temática dele logo me fez lembrar que eu tive um tio dependente químico, mas que parou com o vício. Infelizmente, porém, a consequência disso foi um câncer no fígado, que o matou em 2016. Foi uma perda difícil e ainda hoje é um pouco. Me alenta, porém, saber que o menino, embora sem perceber, consegue ajudar o pai com essas questões complicadas.
    Um beijo de fogo e gelo da Lady Trotsky…
    http://www.osvampirosportenhos.com.br

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Anterior

[Resenha] O Farol De Fisher - Tara Sivec - @verus

2 de abril de 2020

Próximo Post

[Séries] Continuações Empolgantes Na Netflix

6 de abril de 2020
error: Content is protected !!