[Resenha] Meninas Selvagens – Rory Power @galerarecord

12 de setembro de 2020Michelle

Não me sentia pronta para essa leitura, mais lendo sua sinopse e proposta fiquei muito curiosa e decidi passar a obra na frente para conhecer melhor sua história. Quando digo que não me sentia pronta é sobre a questão da pandemia e doenças que a leitura abrange e que nesse momento atual em que vivemos poderia desencadear alguns sentimentos de aflição, mais no final deu tudo quase certo! Espero que gostem da resenha!

Sinopse: Best-seller do New York Times, Meninas selvagens é a emocionante história de terror feminista sobre três melhores amigas que estão em quarentena em um colégio interno e o que acontece quando uma delas desaparece. Há dezoito meses, a Escola Raxter para Meninas entrou em quarentena. Há dezoito meses, uma misteriosa doença virou a vida de Hetty do avesso. Começou devagar. Primeiro, as professoras foram morrendo, uma a uma. Então, começou a infectar as alunas, transformando o corpo delas em algo cada vez mais estranho. Isoladas do resto do mundo e deixadas à própria sorte, as meninas não se atrevem a ultrapassar o limite da escola. Hetty, Byatt e Reese esperam a cura prometida enquanto a doença se alastra. Mas tudo muda quando Byatt desaparece. Hetty não medirá esforços para encontrá-la, mesmo que isso signifique quebrar a quarentena e desbravar os horrores que as esperam além da cerca que separa a escola da floresta. E quando Hetty se lança rumo ao desconhecido, descobre que há muito mais mistérios por trás dessa história que ela jamais poderia imaginar. Meninas selvagens combina um cenário de terror com a angústia e a ternura da adolescência para explorar até onde um grupo de meninas é capaz de ir para sobreviver e se manter unido. Rory Power constrói uma narrativa que, por vezes irregular e flutuante, demonstra a originalidade e potência de sua escrita, tornando-se uma das novas apostas do gênero. Com Meninas selvagens, estreia – brilhantemente – no universo da ficção juvenil. Skoob.

Meninas Selvagens traz uma história baseada em uma doença chamada Tox, essa doença pode causar mutações nos infectados e até levar a morte dos mesmos, conhecemos os personagens do livro já há alguns meses de infecção presente no local em que eles estão. A ilha Raxter foi contaminada pela Tox e isso mudou tudo por ali. Nesse mesmo momento em que a ilha foi contaminada a escola local foi isolada, professoras e alunas foram postas em quarentena e orientadas sobre como deveriam viver diante daquela situação.

Conhecemos Hetty, Byatt, Reese elas lutam e trabalham em conjunto com as demais para sobreviverem, somos apresentados a toda a história pela visão dessas jovens que já foram afetadas e modificadas fisicamente pelas Tox, nessa pequena narrativa as professoras da escola morreram, os animais da ilha foram infectados e tudo se tornou muito intenso para as todas.

Uma das alunas desaparece o que faz com as demais comecem uma busca para acha-la mesmo que isso possa tirar suas próprias vidas, desesperadas elas quebram a quarentena para enfrentar um verdadeiro pesadelo em busca da amiga, ali na floresta que há muito se tornou sombria devido a doença as jovens começam ver os horrores que as cercam.

A obra tem todos os atrativos para quem aprecia esse gênero literário, com uma história empolgante, envolvente e fluída os leitores se sentem até certo ponto atraídos pelo livro. Os personagens são fortes, destemidos e com características que nos fazem admirar cada uma delas. Durante toda a história percebemos a mensagem que a autora quer nos passar sobre os horrores que a humanidade é capaz de realizar em prol do seu próprio beneficio.

O que se tornou um obstáculo foi as lacunas e falta de informação durante a escrita de Rory Power, eu me senti com pedaços de uma história que poderia ter sido incrível, mais que acabou se tornando apenas uma história sobre uma doença e meninas corajosas. O final do livro também me decepcionou um pouco, sem desfechos certos de maneira muito aberta e ampla me deixando a sensação que algo está faltando.

Entretanto a narrativa em sí é muito interessante, com essas falhas já mencionadas mais que também possui seus atributos positivos, não posso dizer que o leitor não se sente estimulado e ávido pela história isso a leitura proporciona sem dúvida, um ponto positivo para “Meninas Selvagens”. Outra questão que gostei na leitura foi sobre os sentimentos despertados no leitor devido a tudo que as meninas viveram, você se sente amedrontado, muitas vezes uma sensação de repulsa pelos fatos existentes, e ao mesmo tempo inspirado pela coragem e persistência das jovens.

Todos esses sentimentos despertados no leitor tornam a leitura significativa e válida até certo ponto, mesmo que a leitura traga essa sensação de vazio, ou seja, algo está faltando eu recomendaria a mesma  para que você conheça por sí só a história e tire sus próprias conclusões, porque convenhamos as experiências como leitores e leitoras nunca são as mesmas certo?

Me contem ai vocês já tinha visto algo sobre “Meninas Selvagens”, ficaram interessados pela leitura? Espero que tenham gostado da resenha!

Xoxo

Título Original: Wilder Girls|Páginas: 318|Gênero: Ficção|Editora: Galera Record| Amazon/Submarino

Minhas Avaliação:3/5

Ps: Os links deste post são afiliados, comprando por eles vocês contribuem com meu trabalho, pois ganho um pequena comissão e isso não interfere no valor da compra de vocês! 🙂

 103 total views,  2 views today

Comments (6)

  • Bianca Ribeiro

    22 de setembro de 2020 at 12:24

    Eu ganhei esse livro de presente de aniversário e tô só esprando ele chegar em casa pra ler! Eu tô muito ansiosa pra ler ele, mesmo com as pessoas falando que ele é horrivel eu quero muito, pois não é sempre que se tem um terror que diz que tem romance entre meninas né, a chance de me ver representada acaba falando mais alto!
    Quero muito ler e espero muito gostar. Adorei suas fotos e sua resenha, ficaram incriveis!

  • Ivy

    23 de setembro de 2020 at 18:13

    Oiii Michelle

    Eu queria ler esse livro mas por enquanto não me sinto na vibe para ler nada sobre pandemias e tals, além disso o rating baixo dele no Goodreads me desanimou, não gosto de livros com finais abertos e com uma trama cheia de potencial que acaba sendo mediana por conta dessa sensação de que falta informação. á havia visto outras pessoas com a mesmissima opinião que a tua e pelo visto não sei se seria um livro pra mim, acho que sentiria meio frustrada. Por enquanto deixo esse passar.

    Beijos, Ivy

    http://www.derepentenoultimolivro.com

  • Yvens

    24 de setembro de 2020 at 09:30

    Olá, tudo bem?
    Eu confesso que não conhecia esse livro, mas de cara me chamou atenção essa capa, pois é bem bonita. Me parece ser uma boa leitura, parece ser uma leitura que nos leva para o campo da reflexão, mas no momento não pretendo ler “Meninas Selvagens” e também é uma pena que o livro não te conquistou totalmente.
    Abraço!

  • Ana Caroline Santos

    26 de setembro de 2020 at 10:24

    Olá, tudo bem? Eu li esse livro recentemente, e senti muita a vibe de Maze Runner pela história. Por isso, a questão da falta de maiores informações serem evidentes, não foi algo que me incomodou. Aliás, até acho bacana pois nos faz trabalhar envolta e fazer várias teorias. O que me incomodou demais foi o final, que é BEM frustrante pois para no meio de uma ação, e não tem continuação. Não é um final aberto, é um “fim” porque praticamente a autora deixou de escrever. Complicado, rs. Ainda assim, apesar de tudo, conseguiu trazer uma ótima e sincera resenha! Lindas fotos!
    Beijos

  • Ana Paula Lima

    27 de setembro de 2020 at 13:28

    Oii!

    Eu só conhecia o livro pela capa, não conhecia nem mesmo a sinopse, fiquei triste em saber que há espaços que poderiam ter sidos preenchidos ao longo do enredo. É muito ruim quando o autor acaba deixando passar um enredo incrivel na obra.
    Gostei das fotos e da sinceridade na resenha. Dica anotada.

  • Thayza Fonseca

    29 de setembro de 2020 at 18:50

    Olá!

    Eu me apaixonei a primeira vista pela capa, nem tinha me dado o trabalho de ler nada sobre até agora. Depois da sua resenha acho que eu vou com mais calma, vou realizar a leitura porque quero conhecer melhor e tirar minhas próprias conclusões, porém não não vou esperando coisas que provavelmente não vou encontrar e talvez graças a sua resenha a leitura seja até mais proveitosa do que seria se eu seguisse desavisada. Obrigada pela dica.

    Beijos

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Anterior

[Resenha] Vilão V.E SCHWAB @record

10 de setembro de 2020

Próximo Post

[Resenha] O Que Aconteceu Com Annie-C.J Tudor (Clube de leitura intrínsecos) @intrínseca

22 de setembro de 2020
error: Content is protected !!