[Resenha] O Rei Perverso Livro dois – Holly Black @galera

7 de agosto de 2020Michelle

Seguindo com minha leitura sobre a história de Jude e tudo que ela precisou enfrentar, nesse segundo livro aconteceram tantas coisas que não sabia nem por onde começar a resenha aqui no blog, espero que consiga passar a vocês minha experiência de forma justa e sincera por aqui, porém já adianto que muitas das coisas do segundo livro não agradaram tanto quanto o primeiro volume, irei compartilhar tudo com vocês.

Sinopse: A intrigante e sangrenta continuação do best-seller do New York Times, O Príncipe Cruel. Vencedor do Goodread Choice Awards 2019. Para sobreviver no reino das fadas, Jude Duarte precisou aprender muitas lições. A mais importante delas veio de seu padrasto: o poder é bem mais fácil de adquirir do que de manter. Ela achou que, depois de enganar Cardan para que ele jurasse obedecê-la por um ano e um dia, sua vida se tornaria mais fácil. Mas ter qualquer influência sobre o grande rei de Elfhame parece uma tarefa impossível, principalmente quando ele faz de tudo em seu poder para humilhá-la e prejudicá-la, mesmo que seu fascínio pela garota humana permaneça intacto. Agora, com as ondas ameaçando engolir a terra e um alerta de traição iminente, Jude precisa lutar para salvar a própria vida e a daqueles que ama, além de lutar contra seus sentimentos conflituosos por cardan no meio-tempo. Em um mundo imortal, um ano e um dia não são nada.

O Rei Perverso é o segundo volume que compõe a história de vida de Jude e suas irmãs que foram levadas do mundo mortal por Madoc, um general importante no mundo das fadas que é pai legítimo de Vivi irmã mais velha de Jude. As coisas ficaram muito intensas depois de Jude colocar seu plano para salvar Oak seu irmão mais novo em prática, com a ajuda de amigos que ela adquiriu ainda no reinado do antigo grande rei a jovem irá enfrentar forças cada vez mais desconhecidas e mesmo com todo o seu treinamento militar sua vida estará por um fio em diversos momentos.

Nossa protagonista passa por vários contratempos para manter seu plano em funcionamento, o maior problema que ela enfrentou nessa segunda leitura foi se manter viva. O mais difícil para o leitor foi acompanhar sua trajetória sem se revoltar, em nossa resenha anterior de o “O Príncipe cruel” comentei com vocês sobre os habitantes dos reino das fadas e sua crueldade com os humanos, falei também sobre o príncipe Cardan que tornava a vida de Jude muito difícil por pura maldade e desprezo com sua humanidade.

Em O Rei Perverso Jude colocará Cardan em uma posição muito acima de qualquer outra e seu relacionamento com o príncipe se estende de uma maneira muito peculiar, a aproximação desses personagens é desconcertante para o leitor, existe algo de maligno e atrativo ao mesmo tempo e acredito que seja essa a intenção de Holly Black o tempo todo.

Cardan se aproxima de Jude e deixa o leitor perplexo com suas atitudes, ela por sua vez acredita estar no controle do príncipe e seguirá com seu plano com um prazo de um ano e um dia Cardan serve todas a vontades de Jude, porque está sobre juramento isso significa muito em seu mundo. Esse apoio do príncipe mesmo que de maneira forçada trará alguns benefícios a Jude, entretanto também irá atrair perigos jamais imaginados por nenhum deles.

Jude foi criada no reino das fadas, treinada por Madoc então ela conhece todos os perigos e respostas da terra onde cresceu, entretanto nada á preparou para o mundo e reino submarino, é lá que Jude se fortalece mesmo na pior das situações ela usou tudo que tinha de inteligência e aprendizado para sobreviver, em baixo da água as coisas envelhecem muito rápido. A única coisa que não envelheceu foi sua vontade de viver e honrar com tudo que havia se comprometido, será que Jude consegue atingir seus objetivos?

“Por mais que Cardan me detestasse quando estávamos na escola aquilo era uma vela fraca em comparação á chama ardente que é o ódio dele agora. Sua boca se curva num sorriso, os olhos brilham com intenção maligna”

Minha leitura desse segundo livro se deu de maneira muito rápida, a obra seguiu com o mesmo tipo de narrativa contada pela protagonista dessa história pelos os olhos de Jude o leitor é introduzido a uma teia de acontecimentos que envolve, mentiras, traições, conspiração, assassinato, muitas lutas, atração física, porém a mais significativa de todas coisas presentes no livro “A Vingança“.

Não posso dizer que não fiquei surpresa pelos acontecimentos que Black preparou para o seu segundo trabalho, mais não vou dizer que gostei de tudo que ela escreveu em O Rei Perverso, minha decepção se deu do meio do livro para o final, claramente sabemos a burrice que os personagens irão cometer e isso me deixou frustada, o final foi bom mais decepcionante para minha experiência enquanto leitora, imaginei algo mais inteligente, coloquei muitas expectativas na obra, sei que teremos mais livros finalizando a história mais não poderia deixar de registrar como me senti.

O livro não tem só esse lado negativo, isso foi uma fagulha perto de tudo que li, gostei da obra com essa ressalva apenas, seguindo a diante com minha opinião fazia muito tempo que não me prendia a uma história da maneira como se deu com essa. O Rei Perverso foi escrito com requinte de detalhes, causando emoções a flor da pele no leitor, o deixando confuso e irritado mais ao mesmo tempo o fazendo desejar mais da obra.

Saber sobre a aproximação de Jude com Cardan me tirou o fôlego eu esperei por isso no primeiro livro, mesmo que tenha sido de uma maneira diferente da que imaginei é ai que está a graça da coisa toda, o relacionamento do dois é peculiar, único por assim dizer e isso o torna especial. As armadilhas que Jude caiu me deixaram enfurecida, uma jovem treinada, esperta e com tudo para não se dar ao luxo de ser pega deveria saber dos perigos que o cargo assumido por ela possuía. De certa forma Jude se superou mostrando mais uma vez sua intenção, ela passou por cima de cada um dos seus inimigos, só não pode fazer o mesmo com a família.

A leitura foi entre muitas outras coisas emocionante e de forma geral é uma boa sequência da história inicial com certas ressalvas é claro, gostei do segundo livro mais sinto que os próximos se tiver mais de um finalizando a história terá que ser realmente muito marcante para superar tudo que li até o momento, espero muito que tenham gostado da resenha, sinto que precisava trazer algo sincero a vocês sem rodeios e floreios, recomendo a leitura de ambas as obras para todos que apreciam literatura jovem, fantasia, e uma história envolvente isso sem dúvida!

Xoxo

Título Original: The Wicked king|Páginas: 305|Gênero: Fantasia/Jovem adulto|Editora: Galera Record|Comprar: Amazon / Submarino| Minha Avaliação: 4/5

Ps: Os links deste post são afiliados, comprando por eles vocês contribuem com meu trabalho, pois ganho um pequena comissão e isso não interfere no valor da compra de vocês! 🙂

Comments (10)

  • Bianca Ribeiro

    11 de agosto de 2020 at 09:22

    Eu comprei o e-book do primeiro livro quando tava na promoção um dia desses mas ainda não li, mas eu vejo tanta gente falando sobre esses livro que dá vontade de ler agora mesmo!
    Eu gosto muito de histórias que tiram o folego, mas eu confesso que tenho um pé atras com sequencias porque eu sempre tenho ressalvas a cerca dessas coisas, eu sempre fico meio coisada em alguns pontos. Gostei dos pontos que você levantou , acho que é bom falar a real mesmo, espero que quando eu ler, eu goste dos livros e emocione assim como você. Adorei teu post e suas fotos estão incriveis!!

  • Mara Santos

    12 de agosto de 2020 at 11:02

    Oi, Mi!

    Li a sua resenha do primeiro livro e já fiquei mega curiosa e saber que temos uma boa sequência e apesar das ressalvas me deixa com mais vontade de realizar a leitura, mesmo não sendo fantasia uma leitura frequente em minha vida de leitora!

  • Larissa Dutra

    13 de agosto de 2020 at 10:49

    Olá, tudo bem? Esse não é o meu gênero de leitura, mas confesso que de tanto ver falarem dessa trilogia, estou ficando curiosa para ler, hahaha. Adorei a resenha, parece ser uma leitura repleta de ação!

    Beijos,
    Duas Livreiras

  • Ana Paula Lima

    13 de agosto de 2020 at 19:33

    Oii!

    Poxa, que chato que você se decepcionou com o andamento do livro, acho que infelizemente é meio que normal em obras que antecedem o final de uma série, pq comigo é sempre assim:(
    Espero que a próxima leitura seja melhor e que vc goste!
    Gostei da sinceridade na resenha e as fotos estão lindas!!

    Beijinhos,
    Ani
    http://www.entrechocolatesemusicas.com.br

  • Monique

    14 de agosto de 2020 at 12:07

    Oi Michelle!
    Às vezes acontece mesmo quando estamos lendo uma saga de não gostarmos de tanto de um dos livros, mas é importante ter um gancho para o próximo livro.
    Eu amo literatura infanto-juvenil, fantasia então gosto demais. Nunca tinha ouvido falar dessa série, mas parece muito interessante.

  • PS Amo Leitura

    14 de agosto de 2020 at 14:38

    Eu comprei recentemente o e-book do primeiro livro, mas ainda não li. Sempre vejo comentários positivos sobre a obra, então estou bem curiosa. Uma pena que esse tenha decepcionado em certo ponto, mas o importante é que foi uma boa sequência e ainda apresentou momentos emocionantes. Vou tentar priorizar o primeiro livro, pois fiquei realmente curiosa pela continuação.

  • Ana Caroline Santos

    16 de agosto de 2020 at 20:49

    Olá, tudo bem? Esse livro teve uma mistura de sentimentos para mim. Ao mesmo tempo que é uma ótima história, foi meio frustrante, porque o final também não me agradou hehe. Porém, não posso deixar de admitir que a autora tem uma ótima escrita e trouxe um bom desenvolvimento. Agora é aguardar o último volume chegar que pelo título já dá um grande medo hahaha Espero que curta o sucessor. Ótima resenha e fotos!
    Beijos

  • Viviane Almeida

    17 de agosto de 2020 at 02:38

    A cada resenha que leio dessa série fico com mais vontade de comprar os livros e iniciar a leitura mas, eu tenho tantos livros na estante para ler que seria uma injustiça passar outra série na frente deles. Mesmo você dizendo que se decepcionou com algumas partes do livro eu ainda estou tentada a comprar os e-books, eles estavam com um preço bom na amazon.

  • Dayhara Ribeiro Martins

    17 de agosto de 2020 at 18:15

    Que pena que esse volume da série acabou te decepcionando de alguma maneira, eu vejo muitos comentários positivos sobre essa série e tava até estranhando tudo perfeito demais, bacana saber que a série também apresenta falhas, isso faz parte e sinceridade é tudo né? Adorei a resenha.

  • Mari Barros

    9 de setembro de 2020 at 22:35

    Nossa, suas fotos são tão lindas! Tinha que falar!

    Eu tô doida para ler essa série, porque tive a oportunidade de conhecer a escrita da Holly e gostei demais. E só ouço maravilhas dessa série. Estou curiosa!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Anterior

[Resenha] O Príncipe Cruel - Holly Black @editoragalera

4 de agosto de 2020

Próximo Post

[Resenha] A Filha Esquecida - Armando Lucas Correa @jangada

7 de agosto de 2020
error: Content is protected !!