[Resenha] Vilão V.E SCHWAB @record

10 de setembro de 2020Michelle

Vilão é uma leitura que está na minha lista desde abril desse ano, acabei esquecendo a obra na prateleira e por algum motivo não a li, talvez porque nossos dias ficaram cada vez mais corridos desde que o recebi, então soube da continuação da obra vingança que seria lançada ainda este ano e eis que me deu uma vontade enorme de finalmente conhecer essa história. A leitura foi um presente e acredito que mesmo levando um tempo para finalmente ler eu o fiz no momento certo. Espero que gostem da resenha!

“Problemáticos humanos brincam com seus poderes.”⁣

Sinopse: Uma história sobre ambição, inveja, desejo e superpoderes, da autora da série Tons de Magia. Victor e Eli, dois jovens brilhantes, arrogantes e solitários, se conheceram na Universidade de Merit e logo se deram bem, identificando um no outro a mesma sagacidade e a mesma ambição. No último ano da faculdade, o interesse em comum numa pesquisa sobre adrenalina, experiências de quase morte e poderes sobrenaturais lhes oferece uma possibilidade antes inimaginável: de que uma pessoa, sob as condições certas, seja capaz de desenvolver habilidades extraordinárias. No entanto, quando colocam em prática essa teoria, as coisas dão muito errado. Dez anos depois, Victor foge da prisão, determinado a encontrar seu antigo amigo ― agora inimigo. Para localizá-lo, ele conta com a ajuda de uma garotinha, Sydney, cuja natureza reservada esconde uma habilidade sem igual, mas extremamente perigosa. Enquanto isso, há dez anos Eli tem uma única missão: erradicar todas as pessoas ExtraOrdinárias que encontra ― exceto sua ajudante, Serena, uma mulher enigmática e persuasiva, capaz de impor sua vontade a qualquer um. Armado com poderes terríveis e movido pela lembrança da traição e da perda, Victor caça seu arqui-inimigo em busca de vingança e de um embate no qual sabe que um dos dois deve morrer.

“Vilão” nos traz a história de dois amigos  Eli e Victor ambos são estranhamente interessado pelo que torna as coisas em nosso mundo peculiares, a jornada desses dois começa quando Eli demonstra interesse em um estudo nada convencional para o seu TCC, ele deseja aprender tudo que puder sobre EO – Extraordinários, Victor em concordância com o amigo vê nesse estudo uma oportunidade de ambos se tornarem algo inacreditável!

Depois de uma série de tentativas os estudos e experimentos acabam que por dar certo, e ambos se tornam especiais, diferentes dos demais seres humanos, os EO são classificados assim por terem ou possuírem alguns poderes gerados em circunstâncias bastante traumáticas para a pessoa em questão. Para Eli e Victor não foi diferente após a conquista desses bizarros poderes além das consequências físicas eles tiveram problemas muito maiores.

Victor acaba preso e Eli se torna uma pessoa completamente diferente do que era, dez anos se passaram e a única coisa que move Victor é encontrar seu ex-melhor amigo e vingar-se dele. Cada um deles acreditou em algo diferente para terem feito as experiências, entretanto ambos os personagens possui uma mente que vai para além do psicótico e doentio, é claro que tanto Eli quanto Victor tiveram uma jornada bem  longa para se tornarem o que são agora. A caça de Victor pelo rival só está começando, será que ele irá encontrá-lo?

“… se Eli fosse mesmo um herói e Victor estivesse determinado a por um fim nele, isso fazia dele um vilão?”

Esse meu primeiro contanto com a escrita de Schwab foi uma experiência reveladora e muito bacana, na verdade o livro foi um presente para o momento que estou vivendo, cheio de e stress e ansiedade tive a chance de me desconectar um pouco dessa nossa terrível realidade e me prender nas linhas que compõem essa leitura tão peculiar.

No começo da obra confesso que fiquei perdida pois a autora navega entre presente e passado de maneira bem diferente do que estou acostumada e a linha do tempo as vezes se tornava confusa aos meus olhos, quando finalmente me adaptei o que não levou muito tempo da leitura consegui ver a beleza criada por ela em sua história.

Os personagens criados para essa história são sólidos e ricos em características que os tornam especiais, não conseguira descrevê-los com tanta precisão mais posso dizer que a mente de ambos os amigos são extremamente intensas e muitas vezes sombrias que nos prende na leitura e em suas perspectivas como personagens, outros integrantes secundários desse primeiro livro também se tornam muito especiais aos meus olhos durante a leitura, Sidney tem apenas 12/13 anos e me apeguei a ela desde do início, sua mente também me fascinou em alguns momentos, indefesa sim mais até que ponto? De maneira geral tanto ela , quanto Eli e Victor e outros personagens presentes nessa obra foram construídos de maneira viva e cheios de personalidade isso me agradou muito enquanto leitora.

“Mas esses termos que as pessoas usavam – humanos, monstros, heróis, vilões –, para Victor, não passavam de uma questão de semântica. Alguém poderia muito bem se dizer um herói e mesmo assim sair por aí matando dezenas de pessoas. Outro poderia ser rotulado como vilão por tentar impedi-lo.”

Falando um pouco mais da escrita da autora apesar da sensação confusa inicial o livro se tornou envolvente e persuasivo em diversos momentos, fazendo com que o leitor se questionasse quem de fato era o vilão na história isso me deixou intrigada durante toda a leitura, o final da obra é surpreendente e me deixou satisfeita o que significa que a autora entregou com êxito sua proposta nesse trabalho.

A capa dessa leitura é muito significativa, eu amei a maneira como foi elaborada e só quem ler o livro poderá compreendê-la como um todo, a edição ficou lindíssima e a diagramação também, entretanto o tamanho da fonte me desagradou um pouco não sei se porque to precisando de óculos hehehe, achei pequena a letra mais não vi isso como um impedimento para leitura com tantas outras questões positivas que a envolvem. Espero muito que tenham gostado da resenha!

Xoxo

Título Original: Vicious|Páginas:363|Gênero: Ficção|Editora: Record|Minha Avaliação: 4/5|Comprar: Amazon/Submarino

Ps: Os links deste post são afiliados, comprando por eles vocês contribuem com meu trabalho, pois ganho um pequena comissão e isso não interfere no valor da compra de vocês! 🙂

 

 

 109 total views,  2 views today

Comments (3)

  • Clayci Oliveira

    18 de setembro de 2020 at 12:04

    Esse livro me conquistou de uma forma que não sei explicar.
    Gostei de todo esse ambiente criado e a discussão sobre o bem o mal. Adoro essa ideia de anti heóis e a liberdade de escolhermos quem demos apoiar hahah mesmo sabendo que no fundo não é certo. Victor é incrível e se tornou meu crush hauhauha

  • Bianca Ribeiro

    19 de setembro de 2020 at 11:56

    Ai, eu li esse livro faz um tempinho e nossa, que livro gostoso de ler. Me pegou logo nas primeiras páginas.
    Eu nunca tinha lido nada autora e agora eu quero ler absolutamente tudo dela. Eu li junto com minha amiga e foi surto atrás de surto!!! Eu quero muito ler a sequencia desse livro, já tá na minha wishlist, espero que seja incrivel!
    Adorei seu post e suas fotos ficaram prefeitas demais!!!

  • CRIS

    23 de setembro de 2020 at 06:49

    Oi Michelle!
    Tenho esse livro na minha estante e nunca me passou pela minha cabeça sobre o que se tratava. Agora lendo sua resenha me deu uma vontade enorme de conhecer esses personagens com dons únicos. Pela sua resenha deu para perceber que é um enredo muito bom e que gostou muito, parabéns estou curiosa para ler e saber principalmente esses dois “amigos ou inimigos”. Obrigado pela dica, bjs!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Anterior

[Resenha] Do Nosso Jeito-Mulheres Liderança e Sucesso - Maureen Chiquet@seoman

7 de setembro de 2020

Próximo Post

[Resenha] Meninas Selvagens - Rory Power @galerarecord

12 de setembro de 2020
error: Content is protected !!