Destaques

Newsletter Novidades Do Blog

23 de maio de 2018

[Resenha] Coragem Rose McGowan

Acredito que já falei isso aqui no blog mais existem certos livros que nos tocam tão profundamente que chega ser difícil comentar a respeito, a resenha de hoje é sobre esse tipo de leitura que no emociona e nos causa tantos sentimentos que quando concluímos até respirar fica complicado, senti isso e muitas outras coisas lendo a obra de Rose McGowan.


Sinopse: ROSE McGOWAN nasceu em um culto e o trocou por outro, mais visível: Hollywood.Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia quando foi "descoberta" nas ruas de Los Angeles. O estrelato logo se tornou um pesadelo de exposição constante e sexualização. Todos os detalhes de sua vida pessoal se tornaram públicos, e as realidades de uma indústria inerentemente machista emergiam a cada roteiro, papel, aparição pública e capa de revista.Hollywood esperava que Rose ficasse quieta e cooperasse. Em vez disso, ela se rebelou e impôs sua verdadeira identidade e voz.Ela reemergiu sem roteiros nem desculpas, corajosa, controversa e sempre verdadeira. Liderando o movimento de denúncias de assédio sexual na indústria de entretenimento ao expor os crimes de Harvey Weinstein, Rose é hoje um dos rostos do movimento feminista e não hesita ao disparar verdades inconvenientes e exigir mudanças.CORAGEM é seu livro de memórias em forma de manifesto - um relato sem censura nem piedade da ascensão de um ícone millennial, uma ativista sem medo e uma força de mudança imparável determinada a expor a verdade sobre a indústria do entretenimento, trazer à luz uma indústria multibilionária construída sobre a misoginia sistêmica e empoderar pessoas ao redor do mundo a acordarem e terem CORAGEM.

"Coragem" é uma autobiografia onde a autora trabalhou sua vida de forma diferenciada, ela usou todos os acontecimentos mais traumáticos que viveu como um modelo e exemplo do que não devemos fazer e pensar, como uma especie de alerta a escrita da autora no leva para um caminho de reflexão sobre algumas circunstâncias em que vivemos atualmente, uma delas é a manipulação através de industrias como a do cinema. O livro tem como foco e  funciona como um meio de denúncia a abusos contra mulheres de diferentes classes sociais.


Rose McGowan nem sempre teve esse nome, cresceu em uma comunidade chamada Meninos De Deus, onde diferente do que o nome sugere era praticado coisas muito contrárias do que Deus supostamente aprova, manipulada pelo pai ela e seus irmãos tiveram um infância extremamente difícil, dolorosa, abusada de todas as formas possíveis viu sua família se desestruturar cada vez mais, quando seu pai saiu da comunidade de hippies onde coisas terríveis eram feitas com mulheres e crianças, a menina  viu sua mãe sendo abandonada por ele, ao sair da comunidade o pai de Rose já tinha uma nova esposa nessa época ele ainda era lúcido maltratava os filhos mais tinha um pouco de sanidade ainda.


Nesse etapa da leitura já percebemos em que condições se deu a criação da autora, e como já desde de muito nova ela foi submetida aos desejos de homens que estavam presentes em sua vida, o primeiro homem a trata-la como submissa e inferior por ser mulher foi seu próprio pai. Rose teve muitas fazes, chegou a morar nas ruas e passar fome entre tantas outras coisas, depois de um tempo nas ruas teve ajuda de uma tia e logo após voltou a morar com seu pai. Antes disso teve uma pequena experiência com a mãe e tudo estava indo bem até que ela se casou com um homem agressivo que molestava as próprias filhas e batia em Rose sempre que podia, sua experiência com a mãe não poderia ter sido pior.


Rose teve um namorado, seu primeiro namorado, o tempo que passaram juntos foi entre tantas outras coisas devastador para ela, ele era usuário de drogas, violento, e ela se viu presa em um relacionamento fadado a tragédias, foi uma luta dura sair daquela situação. Nesse mesmo período ela desenvolveu uma antipatia pelo próprio corpo se tornando anorexa.

A autobiografia escrita por McGowan relata muito mais do que mencionei aqui fiz um breve resumo de como inicio a vida dessa mulher que hoje é mais conhecida pelo seu trabalho como atriz, trabalho esse que gerou novos desafios e infelizmente abusos, na industria do cinema ela relata toda a sujeira por traz das câmeras as quais estamos tão condicionados, as vezes não percebemos os males que existem em determinadas coisas porque estamos tão condicionados aquilo que nossa visão se fecha diante de tanta coisa errada. Esse livro é um tipo de alerta, através dele é possível ver a verdade da sociedade em que vivemos.


A escrita da autora é uma escrita dura, cheia de sofrimento, amargura e raiva, segundo uma entrevista que ela realizou esta preparando sua vingança como mulher há 20 anos e Coragem é a maior delas umas das mais sensatas que ela poderia ter realizado. O livro nos proporciona um misto de sensações e sentimentos que vão da empatia pela história de vida contada até a raiva e revolta por saber que essas coisas acontecem o tempo todo e poucas pessoas fazem algo a respeito, e por falar nisso uma das coisas mais lindas que essa mulher conquistou de mim como leitora foi respeito.

Coragem é um livro forte, escrito de uma forma crua e sincera que merece ser lido por quantas pessoas for possível.

Auto Biografia| 271 Páginas|Harper Collins|Compare & Compre: • SaraivaAmazon| Classificação: 5/5| Skoob

Comentários via Facebook

0 comentários ❤. Comente Também!:

Postar um comentário

Olá é muito importante sua opinião por aqui, fico muito feliz em interagir com vocês.

Publicidade

iunique studio criativo

@motivacaoliteraria

© Motivação Literária – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in