Follow by Email

[Resenha] Boa Noite - Pam Gonçalves

A leitura é algo que me proporciona muito aprendizado, por isso gosto tanto de pratica-la, este ano li poucos livros nacionais e gostaria de ter feito mais isso, por esse motivo resolvi ler um e-book nacional, e escolhi uma autora que como escritora começou abordando assuntos muito bons, Pam Gonçalves é uma das inspirações que me levaram a criar meu próprio blog, adoro ver seus vídeos, não cheguei a conhecer seu blog mais sei que deveria ser tão bom quanto, adorei sua escrita e a força que a leitura nos proporciona como mulheres, espero muito que gostem da resenha!


Sinopse:Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação - em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números -, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.
"Boa Noite" é um livro sobre autopreservação, sobre lutas diárias, uma história de superação no universo feminino que aborda diversas questões importantes, como o abuso sexual, o preconceito, crimes cometidos contra a mulher e a luta que nós travamos todos os dias contra tudo isso.

Conhecemos "Alina" nossa protagonista e desde do inicio como leitora já tenho uma sensação muito forte a respeito dessa jovem, ela está embarcando em uma nova fase de sua vida, irá iniciar a faculdade e terá que se mudar, no local onde irá viver nos próximos meses ela conhece seus novos colegas.


"Manu" é uma jovem muito extrovertida, diferente, faladeira e com um enorme coração ela irá recepcionar Alina na república, lá moram também o casal "Talita e Bernado" ele são muito apaixonados e muito unidos, uma paixão ardente habita entre os dois. Por fim ela é apresentada ao dono da república e morador "Gustavo" é jovem, bonito e estuda medicina, logo de cara percebe-se um mistério muito atraente no rapaz.

Quando começaram a aulas Alina já imaginou o que estava por vir, ela escolheu fazer engenharia da computação um curso que em sua maioria era realizado por homens, na sala de aula a jovem se uniu as poucas mulheres da turma e logo de cara sentiu os olhares e ouviu os cochichos preconceituosos, o que ela não imaginava é o quanto aquele machismo ficaria agressivo com o passar dos dias.


"Alina" ainda não tinha ideia do quanto as coisas na faculdade iriam ficar complicadas, mais já estava vivendo um pouco dos problemas locais, no inicio foi a algumas festas e lá conheceu pessoas que aos poucos descobriu não ser bem o que ela pensava, em uma luta constante com seu grupo de estudo a novata traça um caminho para enfrentar diversas questões durante o ano letivo e graças a um projeto que desenvolveram elas conseguem combater essas questões,  em sua maioria crimes cometidos contra as estudantes do campus.

“Pela primeira vez em muito tempo desejo ser a Alina do passado de novo. Tentar ser diferente não está sendo uma boa experiência” Pág. 153


O livro traz uma abordagem muito atual contra o abuso sexual, o preconceito, o bullyng  e a impunidade, a autora mostra a luta de jovens estudantes contra todas estas questões e enfatiza a importância do respeito, da amizade, do companheirismo e do amor entre as pessoas.

“Várias garotas sofrem abuso sexual todos os dias na nossa universidade, na nossa cidade, no nosso estado, no país, no mundo inteiro. E a maioria não denuncia e não pede ajuda.[…] Sabem por quê? Porque a maioria vai ser culpada por vocês. Por nós. Porque, para a nossa sociedade, é normal assediar. Porque se ela não quisesse, não sairia de roupa curta. Porque, se ela não quisesse, não andaria sozinha. Porque, se ela não quisesse, não estaria bebendo. Porque, se ela não quisesse, não estaria VIVENDO.” Pág. 212



Com uma escrita envolvente Pam Gonçalves nos transporta para o mundo de Alina e nos faz refletir sobre situações tão reais vividas pela personagem, a leitura nos mostra a importância de não nos deixarmos calar diante de alguma injustiça cometida contra as mulheres ou qualquer outra pessoa, de forma sutil também através da leitura é possível perceber as formas de racismo tão presentes ainda nos dias em que vivemos. Através da história de Alina é passado uma mensagem de que acima de tudo somos todos iguais.

Foi um imenso prazer ter a oportunidade de ler está obra e espero que vocês tenham gostado da resenha, um grande beijo e até a próxima!

Conheça o  novo conto da autora, disponível em: Bom Ano

Jovem Adulto • Editora Galera • 240 Páginas • Classificação: 5/5
Skoob • Compre: Amazon

11 comentários

  1. Tudo bem? Esse eu já li. Considerei Boa Noite uma boa leitura e que nos mostra principalmente o que acredito piamente que mulher deve e pode ser e fazer o que quiser! Que nenhum homem ou sociedade deve ditar como devemos nos comportar, o que vestir; o que falar ou pensar e etc.
    Mulher tem de ter toda a liberdade e juntas somos mais fortes! Não sou feminista no sentido literal da palavra, pois discordo de algumas coisinhas; não gosto de extremos, mas apoio total as manas em diversas questões levantadas ao longo dos anos. E acredito que a mulher tem que se impor sim e conquistar seu direito de ser livre e vista como igual!

    Boa Noite é mais um livro entre tantos outros que abordam os temas que mencionei, não sei se curti muito Alina, pois algumas vezes achei que faltou personalidade de verdade, como achei que teria lá no comecinho da história. Mas ela algumas vezes meio que se perdeu no que queria fazer e no que estava fazendo indo na onda dos amigos e isso me incomodou um pouco. Porém levando em conta que se trata de uma jovem recém saída do ensino médio isso até é aceitável, principalmente por sempre ter sido estudiosa e centrada!

    BEIJOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem, obrigada pela visita e pelo sincero comentário, concordo com você sobre a liberdade das mulheres, também não sou feminista no sentindo literal, mais apoio a causa, acredito que a luta das mulheres para conquistar seu lugar na sociedade ainda não acabou, é uma constante que existe nos dias de hoje e que com certeza existirá no futuro, por isso não devemos nunca desistir e deixar de pensar em nosso próximo, eu também senti a mesma coisa em relação a personagem, acredito que o objetivo da autora era passar o amadurecimento de Alina durante a leitura então podemos aceitar sua evolução, agora foi lançado um conto sobre a história talvez nele Alina esteja mais madura e centrada em seus objetivos. Beijos foi um prazer interagir com você ! <3

      Excluir
  2. Olá!
    Vi comentários não muito bons sobre esse livro, mas sempre gosto de ler e tirar minhas conclusões. Sua resenha desperta curiosidade e traz bons pontos bem interessantes que certamente me farão refletir.
    Não conheço a escrita da autora, mas gosto desse estilo de trama que mostra que a mulher tem força, pode e deve ter voz.
    Espero conseguir ler em breve!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Tratar sobre abusos é essencial para alertar a sociedade sobre os problemas que estamos enfrentando e muitas vezes são vistos com insignificantes ou inexistentes para a maioria das pessoas e todo abuso vai limitar o outro na sua vida até sua morte.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiii

    Acho que a Pam foi a inspiração de muitas de nós, eu cheguei a conhecer o blog dela e amava, um dos melhores de sempre.
    Tenho curiosidade em ler esse livro justamente pra conhecer a escrita dela, e o tema é bem forte, acho que não passa indiferente. Já li resenhas mistas sobre esse livro, alguns amaram outros nem tanto, então espero em breve conferir pra poder formar a minha própria opinião.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Eu ouço falarem tão bem desse livro. ♥
    Ainda não o li, mas tenho na estante. Assim como 13 Segundos, da Bel Rodrigues, Boa Noite também é um livro que quero muito ler e conhecer a história, pois sei que traz grandes ensinamentos e reflexões. É lindo ver que uma autora nacional está abordando tais assuntos e colocando a mulher como prioridade em sua obra. Esse é um daqueles livros que eu amo mesmo antes de ter lido.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Que linda resenha! Eu ainda não li nada da Pam, mas conheço a autora há tempos como booktuber e tenho curiosidade para conhecer o lado dela como escritora. Gostei muito de ver qual foi a sua impressão com a leitura.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Michelle! Eu já li algumas resenhas não tão positivas desse livro, mas a sua me fez pensar melhor sobre levar em consideração sua leitura. Todo livro que leva à reflexão de assuntos polêmicos que ainda são tratados de forma leviana é válido.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Olá Michelle, eu tenho bastante curiosidade de ler esse livro, pelos seus comentários parece que a autora soube trabalhar muito bem diversos temas trazendo uma mensagem bem bacana com a leitura *-* Espero ter a chance de lê-lo também em breve <3

    ResponderExcluir
  9. Ola!!!

    Que resenha mais linda e instigante!
    Confesso para ti que ainda não tive a oportunidade de ler nada da Pam, apesar de conhece-la do meio literario. Esse livro, parece ser algo que mexe com nós mulheres e bom, mesmo tendo me deparado com bastante critica negativa, acredito que valha a pena conferir.

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem Michelle?

    Boa Noite parece ser um bom livro, eu já li algumas resenhas e publicações lá no instagram sobre o livro e fiquei super curioso e com vontade de ler essa obra. Gostei da sua resenha e impressões, as fotos ficaram lindas também e achei super legal você inserir citações.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Olá é muito importante sua opinião por aqui, fico muito feliz em interagir com vocês.