new videos

[Resenha] Um Lugar Bem Longe Daqui-Delia Owens @intrínseca

Desde que foi lançado tinha curiosidade de ler "Um lugar bem longe daqui" foram tantos elogios a obra que fiquei cada vez mais curiosa pela leitura, enfim consegui ter minha experiência com essa história e adianto que gostei muito do que encontrei no livro, espero que gostem da resenha!

Sinopse: Fenômeno editorial, com mais de 2 milhões de cópias vendidas, Um Lugar Bem Longe Daqui figura nas listas de best-sellers dos Estados Unidos desde seu lançamento original, em agosto de 2018. Por anos, boatos sobre Kya Clark, a “Menina do Brejo”, assombraram Barkley Cove, uma calma cidade costeira da Carolina do Norte. Ela, no entanto, não é o que todos dizem. Sensata e inteligente, Kya sobreviveu por anos sozinha no pântano que chama de lar, tendo as gaivotas como amigas e a areia como professora. Abandonada pela mãe, que não conseguiu suportar o marido abusivo e alcoólatra, e depois pelos irmãos, a menina viveu algum tempo na companhia negligente e por vezes brutal do pai, que acabou também por deixá-la. Anos depois, quando dois jovens da cidade ficam intrigados com sua beleza selvagem, Kya se permite experimentar uma nova vida — até que o impensável acontece e um deles é encontrado morto. Ao mesmo tempo uma ode à natureza, um emocionante romance de formação e uma surpreendente história de mistério, Um Lugar Bem Longe Daqui relembra que somos moldados pela criança que fomos um dia e que estamos todos sujeitos à beleza e à violência dos segredos que a natureza guarda. A obra foi incluída no clube de livros de Reese Witherspoon, que posteriormente adquiriu os direitos de adaptação cinematográfica e vai produzir o filme com a Fox 2000.Skoob

Kya tinha uma vida bem diferente das pessoas de sua idade, vivia em um pântano com família e viu um a um indo embora daquele lugar que chamavam de lar. Sua mãe cansada abandonou a menina logo que teve chance, o pai passava dias e dias fora até que nunca mais voltou. Conhecida como a menina do brejo Kya aprendeu a se virar sozinha já que sua família havia lhe deixado a própria sorte, com os conhecimentos que já tinha sobre a natureza e o lugar onde vivia ela seguiu adiante tentando sobreviver da melhor maneira que conseguia.


Como mulher Kya tinha uma beleza peculiar, da natureza diferente das outras, isso acabou chamando atenção das pessoas que cruzavam seu caminho, mesmo isolada e vivendo apenas com o animais ali presentes Kya temia outros seres humanos, talvez por trauma por ter sido deixada para trás pelas pessoas que deveriam cuidar dela, ou por sentir que nem todo mundo iria querer seu bem de verdade. Quando a jovem decidi dar uma chance de quem sabe ter um amigo as coisas começam a mudar drasticamente em sua vida.

Em meio a sua conturbada jornada Kya irá enfrentar uma acusação de assassinato, algo com o qual ela terá que lidar, todos a culparam porque era mais fácil, entretanto ao longo de sua história vamos acompanhando as investigação desse crime, uma coisa é certa será que a jovem por suas condições seria capaz de matar alguém?


Ler este livro foi uma experiência emocionante, a personagem criada pela autora é tão especial e diversos sentidos que só leitor a conhecendo para entender, a obra se torna cada vez mais delicada, retratando a solidão de uma garotinha de seis anos abandonada que cresce e ingressa na vida adulta de maneira isolada da sociedade, sem acesso a nada, contando apenas com o brejo onde vive, os animais ali presentes e a própria sorte.

"E a donzela esconderei num cipreste aberto, quando os passos da morte chegarem perto"
A leitura é sensível, nos emociona ver a dura trajetória de Kya, mais também se faz repleta de lições, de desenvolvimento como ser humano, uma história tocante foi a que autora nos preparou, uma escrita fluida, que prende o leitor para que ele enfim saiba o que irá acontecer a personagem, esta que por sua vez se faz tão forte, tão desinibida mesmo com tantos receios, mesmo sozinha ela segue sempre em frente, é incompreendida!


O livro nos traz uma experiência pela vida de Kya, uma jovem corajosa, que superou inúmeras dificuldades, preconceito, injustiça, e o mais duro de todos os desafios vividos a falta de uma família ao seu lado, de amor. No leitor a história desperta um misto de sentimentos, bons, ruins, confusos, nos faz refletir sobre nossas vidas, sobre nosso lar, sobre como valorizamos o que já temos ou se valorizamos.
Espero que tenham gostado da resenha, que sintam-se interessados pela leitura que nos traz grandes lições e memórias para vida toda, adorei minha experiência com a obra e irei guardar Kya em meu coração!

Xoxo

Título original: Where the crawdads sing| Páginas: 334| Gênero: Romance| Editora: Intrínseca| Minhas Avaliação: 4/5| Comprar: Amazon

Ps: Os links deste post são afiliados, comprando por eles vocês contribuem com meu trabalho, pois ganho um pequena comissão e isso não interfere no valor da compra de vocês! :)

Comentários

  1. Oi Michelle!
    Não conhecia esse livro, mas o que li em sua resenha me interessou, reflexão e um bom drama me deixa curiosa. Fico pensando como uma mãe pode abandonar sua filha de seis anos, ela não tinha nenhum amor e responsabilidade zero. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Realmente por tudo que falam da obra, me sinto cada vez mais aguçada em ler. Gostei do que disse sobre a obra, me deixando curiosa, e que bom que ela cumpriu suas expectativas. Adoro experiências emocionantes. Dica super anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu estou com esse livro desde o ano passado, quando ganhei de presente, mas ainda não li. Eu acho a premissa dela incrível e bem diferente. Parece ser uma leitura intensa, que mexe mesmo com os sentimentos do leitor e traz muitas reflexões. Fiquei feliz por saber que você gostou e amei as fotos. Espero conseguir desencalhar esse livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Michelle.
    Eu li este livro ano passado em formato digital e também achei a leitura emocionante, especialmente a jornada de Kya. Eu quero ter o livro impresso para lê-lo futuramente e ter na minha estante. Foi uma experiência maravilhosa. Parabéns pela resenha.

    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oiê,

    Essa foi a melhor leitura que fiz em 2020. Esse é o tipo de livro que nos marca profundamente. Adorei matar a saudade da história através da sua resenha.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Acredita que comecei a ler este livro e não terminei? Quando comecei a ler ele ate fui cativada por Kya mas achei que não estava no momento certo para ler ele e deixei de lado por um tempo. Sem dúvidas deve ser uma leitura cheia de ensinamentos como você citou e eu preciso dar uma nova chance em breve.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Form for Contact Page (Do not remove)