new videos

[Resenha] A Mulher Na Janela

 Thrillers psicológicos sempre me atraíram enquanto leitora, decidi ler "A mulher na janela" porque a há muito tempo o livro estava parado aqui na estante e também porque li sobre a adaptação, queria conhecer a história antes de me aventurar a assisti-la, espero que gostem da resenha!

SinopseAnna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.

Uma característica bem marcante nessa leitura é sobre o fato da protagonista ter sua memória prejudicada, a trama envolve ela ter visto ou não um crime acontecer, isso tudo gera inicialmente no leitor certa dúvida a respeito dos relatos da personagem.

Anna Fox é psicóloga e está vivendo de maneira isolada porque desenvolveu agorafobia, em seu novo lar longe do marido e da filha ela passa boa parte de seus dias bebendo vinhos e analisando a vizinhança com sua câmera e lente que possui uma alcance bem amplo favorecendo a Ana uma visão de tudo que acontece ao redor de seu prédio.


Junto a essa rotina acrescenta -se ainda um coquetel de remédios psiquiátricos e uma dose de conversas com estranhos pela internet. Como Anna acompanha a vida e rotina de seus vizinhos ela acaba percebendo novos moradores e suas rotinas é nesse ponto que ela observa uma nova família que chegou ali no bairro e acaba se tornando um hobby ainda mais intenso acompanha-los pela janela do seu apartamento.

Nessa expectativa de observação diária Anna acaba testemunho algo que a choca e a perturba muito, o desafio agora é separar o real do imaginário e provar o que viu sem parecer uma maluca desvairada.

Confesso a vocês que gostei bastante da leitura, entretanto acredito que coloquei altas expectativas na história devido a todo burburinho que o livro estava fazendo, o livro traz uma proposta que prende sim o leitor e o encoraja cada vez mais a ler, mas esperava que fosse mais envolvente do que foi, pelo menos na minha experiência não me senti tão envolvida com a obra como me foi descrito.

Gostei do desenvolvimento, do mistério e suspense presentes na escrita de A.J e acredito ser uma excelente livro para quem aprecia esse gênero, porém acredito que depositei muito entusiasmo enquanto leitora pode ter sido isso que me deixou desapontada em alguns pontos.

De maneira geral a leitura é muito válida, não sei se vou assistir a adaptação segundo rumores ela também não agradou tanto assim quanto poderia, mas aconselho vocês a tirarem suas próprias conclusões.

Espero que tenham gostado da resenha!

Me contem aqui vocês já leram A mulher na janela? O que acharam da leitura?

Xoxo

Comentários

  1. Olá,
    O livro parece interessante, mas o que ouvi falar da adaptação não ficou muito boa então acho que talvez eu leia o livro, mas vou deixar quieto o filme hehehe. O enredo parece seguir um thriller psicológico o que gosto bastante!

    ResponderExcluir
  2. Oi Michelle!

    Nossa eu li esse livro faz uns bons anos, logo quando lançou e eu lembro que li ele em poucos dias por conta do livro ter me prendido demais e a cada plot eu ficava extremamente surpresa HAHAHAHAH Acabei o livro muito em choque, mas não sei se gostaria dele hoje em dia. Eu ainda não vi a adaptação e não tenho muita certeza se quero porque me falaram que a adaptação é péssima KKKKKKKKKKK
    Adorei teu post e tuas fotos ficaram incriveis!

    ResponderExcluir
  3. Esse suspense da memória dá pano para manga, sabendo desenvolver bem a história, me faz pirar.Esse livro está em minha lista de leitura faz um tempinho.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Eu vejo um tanto de opinião dividida acerca da obra, que eu não sei se seria uma boa leitura para mim. Já tenho minhas desavenças com o gênero, e ler um livro que a opinião não é unânime positivamente pode me desanimar ainda mais, então por agora sei que não é uma opção para mim. Que bom que apesar das ressalvas, a leitura lhe foi boa. É aquilo, conseguiu tirar o de melhor dela. Excelente resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. minha experiencia com a história foi pelo filme que eu sinceramente achei um tanto lento, mas ele me deu uma leve motivada a ler, eu gosto dessa ideia de trazer esse ar de dúvida sobre a sanidade da narradora, a dúvida, a questão sobre ser real ou não, bem dizer amo um thriller.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Form for Contact Page (Do not remove)